A deputada federal Marina Magessi (PPS-RJ) dá entrevista nesta quinta (19), às 10h, em seu apartamento no Leblon, no Rio. Ela é apontada pela Operação Furacão, da Polícia Federal, que investiga a exploração de jogo ilegal, tráfico de influência e corrupção, de ter recebido por meio de caixa dois (recursos não declarados) verba do contraventor Aílton Guimarães Jorge, o capitão Guimarães, preso na operação.

Segundo documento da Polícia Federal, a deputada é acusada de ter recebido doação irregular na campanha eleitoral de 2006.