A Polícia Federal (PF) deve enviar hoje (3) ao Supremo Tribunal Federal o inquérito que investiga o suposto pagamento de mesadas a parlamentares, o chamado "mensalão". De acordo com a assessoria de imprensa da PF, os delegados vão pedir prorrogação do prazo de investigação por mais um mês.

Em nota à imprensa, a PF informou que os investigadores devem enviar, também, um relatório dos depoimentos e das apurações feitas. Também devem ser sugeridos outros depoimentos e buscas nas residências e empresas dos investigados.