O chefe da Polícia Civil da secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro,
delegado Álvaro Lins, apresenta neste momento, durante audiência pública da
Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, um relatório parcial com
20 páginas sobre as investigações da chacina da Baixada Fluminense. O delegado
disse que o documento é o primeiro relatório oficial sobre a chacina produzido
pela secretaria de Segurança Pública.

O presidente da Comissão, deputado
Geraldo Moreira (PSB), informou que também vai convocar o secretário de
Segurança, Marcelo Itagibe, para tratar das investigações da chacina. Até agora,
oito policiais militares estão presos acusados de esterem envolvidos no
assassinato de 30 pessoas em Nova Iguaçu e Queimados, quatro deles foram
reconhecidos por testemunhas da chacina.