O temporal que atingiu Curitiba na noite desta terça-feira (28) provocou transtornos em várias regiões da cidade. A Secretaria Municipal da Defesa Social registrou 74 ocorrências – 37 de alagamentos, 13 destelhamentos e de 24 quedas de árvores. Na regional CIC, cerca de 50 famílias da Vila Verde tiveram suas casas destelhadas e foram atendidas pela Defesa Social (COMDEC). Houve ainda o destelhamento de duas escolas municipais na regional Boqueirão.

O Secretário Municipal da Defesa Social, Itamar dos Santos, explicou que embora o Simepar não tenha previsto o temporal, o atendimento da prefeitura foi rápido. "As equipes forneceram imediatamente lonas para cobrir as casas, desobstruíram as galerias pluviais e as ruas", informou o secretário.

Até o início da manhã desta quarta-feira (29), a Limpeza Pública recolhia os árvores e galhos que caíram nas ruas em função da tempestade e a Secretaria Municipal de Obras atuava nas áreas de alagamento, desobstruindo os canais.

A região mais atingida pelos alagamentos foi a do Cajuru, onde canais transbordaram e causaram o alagamento de 37 casas. O núcleo regional da Fundação de Ação Social está no local, prestando atendimento emergencial. "Estamos oferecendo uma ajuda emergencial, com cestas básicas, enquanto cadastramos as famílias atingidas para conseguir, através do Disque Solidariedade, a reposição de móveis, colchões e utensílios que foram perdidos", explicou a chefe do núcleo Alzenir de Fátima S. Santos.