Os contribuintes podem acessar a partir de quarta-feira (1), o programa de computador para enviar a declaração do Imposto de Renda 2006 pela internet. O documento pode ser enviado a partir das 14 horas pela rede mundial de computadores, entregue em disquete nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal ou em formulário nas agências dos Correios. Os contribuintes terão quase dois meses – até o dia 28 de abril – para acertar as contas da tributação de renda.

As declarações simplicadas, que utilizam o desconto de 20% dos rendimentos tributáveis, podem ser feitas na página eletrônica da Receita (www.receita.gov.br). Para os contribuintes que moram no exterior, as alternativas são os formulários ou disquetes para entregar nos postos do Ministério das Relações Exteriores pelo mundo.

São obrigadas a declarar as pessoas que receberam, em 2005, rendimentos tributáveis superiores a R$ 13.968,00 ou rendimentos não-tributáveis acima de R$ 40.000,00. Quem tem patrimônio de R$ 80.000,00 ou mais também é obrigado a declarar. Segundo estimativas da Receita Federal, este ano devem ser entregues cerca de 22 milhões de declarações.

Na sexta-feira (24), o coordenador de Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, explicou que a principal novidade da versão 2006 do programa de computador é a introdução de um campo para que o contribuinte informe o número do recibo da declaração do ano anterior. Essa foi a fórmula encontrada pela Receita Federal para evitar que pessoas, por algum motivo – erro ou mesmo má-fé – enviem a declaração de terceiros.

Outra novidade é que a cópia de segurança poderá ser feita, além do disquete, por meio de um pen drive ? um compartimento externo ao computador com maior capacidade de armazenamento. O contribuinte também poderá imprimir o comprovante da declaração salvo no disquete ou no pen drive.