A capital paranaense recebeu duas boas notícias relacionadas ao motociclismo. A primeira é que será palco da grande final do Campeonato Brasileiro de Motocross, marcada para os dias 4 e 5 de novembro, anteriormente programada para Caldas Novas, em Goiás. E a segunda é que a pista que está sendo construída para abrigar o evento, no Marumbi Expocenter, região central da cidade, será mantida para treinos e para a realização de outros campeonatos da modalidade. 

Esta será a primeira vez na temporada que uma capital recebe o Brasileiro de Motocross. A competição teve início em Indaiatuba (SP) e passou por Carlos Barbosa (RS), Canelinha (SC), Cachoeiro de Itapemirim (ES), Cianorte (PR), Santa Luzia (MG) e Coxim (MS). Por isso, a expectativa em Curitiba já é gra nde. ?Todos estão muito animados e empenhados em realizar este trabalho. A região da prova é central, com fácil acesso ao público. Temos tudo para realizar um evento fantástico?, comentou Gilberto Rosa, presidente da Federação de Motociclismo do Paraná. Os ingressos para as corridas custarão 10 reais (veja a programação completa abaixo). 

Pilotos da casa

Na pista, Curitiba terá um representante com boas chances de faturar o título da categoria MX2. Leandro Nunes da Silva está na liderança com 146 pontos, 19 a mais que o rival Marcello Ferreira de Lima ?Ratinho?, de São Paulo.

O clima também será decisivo nas categorias menores. O mato-grossense Cezar Zamboni (110 pontos) e o paranaense Everaldo Rodrigues (105) estão na frente na 65cc, sendo que, na 85cc, os destaques são os paulistas Eduardo Ferreira de Lima (134) e Rodrigo Rodrigues (127). Na MX1 e MX3, os catarinenses João Paulino ?Marronzinho? e Milton Becker ?Chumbinho? já garantiram os respectivos títulos.