Para discussão do tema "Acessibilidade: Você também tem compromisso", o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência promove, nesta segunda (17) e terça-feira (18), a 1ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

A abertura, às 14h, no auditório azul do Unicemp, contará com as presenças do prefeito Beto Richa e da presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Fernanda Richa, e de representantes de organizações governamentais, não governamentais e conselhos municipais.

O objetivo é analisar os obstáculos e avanços da política nacional para integração da pessoa com deficiência e referendar delegados para a conferência macro-regional dos direitos da pessoa com deficiência.

Os eixos temáticos versarão sobre as condições gerais da implementação da acessibilidade, implementação da acessibilidade arquitetônica, urbanística e transporte, e a acessibilidade à informação, comunicação e às ajudas técnicas.

Fernanda Richa afirma que Curitiba é uma das cidades mais avançadas em termos de legislação e programas para pessoas com deficiência, mas esse referencial ainda não é o suficiente. "Por isso estamos trabalhando para fazer de nossa cidade um exemplo em serviços de atendimento a pessoas com deficiência", disse ela.

Fernanda explicou que Curitiba possui, para melhor acessibilidade das pessoas com deficiência, os ônibus adaptados, o sistema de transporte integrado, o FADE – Fundo de Apoio ao Deficiente, que recebe 5% da receita do EstaR, e que os prédios públicos estão sendo adaptados.

Falou sobre a inauguração da casa de atendimento integral para deficientes mentais com transtorno mental associado. "É a primeira unidade com este tipo de atendimento em todo o Estado e vai beneficiar pessoas que perderam o vínculo familiar e acabaram no Resgate Social".