A prefeitura de Curitiba deu mais um passo para a realização de uma grande obra que promete acabar com os transtornos enfrentados por motoristas que trafegam diariamente pelo congestionado viaduto do Tarumã, no cruzamento da Avenida Victor Ferreira do Amaral com a Linha Verde. O local tem a previsão de receber um viaduto triplo. As obras devem custar R$ 47 milhões.

Segundo a prefeitura, no próximo dia 17 deve ser abertas as propostas para a contratação da empresa responsável pelas obras. O edital de licitação foi republicado pela prefeitura em 24 de junho, com aviso no Diário Oficial da União, após atualização de orçamento.

De todo o valor previsto para a obra, R$ 35 milhões virão por meio de recursos a fundo perdido do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 12 milhões da prefeitura.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Como vai ser o viaduto triplo no Tarumã?

A obra do chamado “viaduto triplo” irá permitir a operação completa da Linha Verde de ponta a ponta. O tabuleiro, com cerca de 1,5 mil metros de extensão, será alargado para a passagem dos biarticulados na pista central e de veículos nas paralelas.

O conjunto será contemplado também com um terminal de ônibus ligando as linhas da Victor Ferreira do Amaral à Linha Verde. Além disso, uma trincheira será construída para desafogar o trânsito da Victor Ferreira do Amaral e no acesso à Linha Verde nas imediações do Colégio Militar do Exército.

Circulam pela região aproximadamente 119 mil veículos nos dias úteis, sendo 48,7 mil no eixo da Victor Ferreira do Amaral e 70,2 mil pela Linha Verde.

Motorista de aplicativo ganha mais dinheiro após iniciativa de curitibanos