O projeto de duas novas trincheiras no Boqueirão para formar o novo trinário de Curitiba prevê a desativação do viaduto da Avenida Marechal Floriano sobre a Linha Verde para a passagem de veículos. De acordo com o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (Ippuc), o equipamento deverá se transformar em um “miniterminal” de transporte coletivo, com duas estações-tubo conectadas — e integradas — por onde só circularão ônibus, pedestres e ciclistas.

Como o espaço será transformado em uma grande estação, os tubos mais próximos, Ferrovila (na Marechal) e Marechal Floriano (na Linha Verde), serão desativadas e integrados ao novo ponto. A previsão é de que este novo sistema comece a operar em 2020, quando devem ficar prontos os dois novos viadutos nas ruas Anne Frank e Tenente Francisco Ferreira de Souza. Essas estruturas também passarão por cima da Linha Verde, formando um trinário com a Avenida Marechal Floriano. Apenas o eixo central da Marechal permanecerá exclusivo para ônibus, e os carros continuarão passando pelas vias marginais da avenida.

“O viaduto vai passar por uma reforma e vai servir exclusivamente para os expressos BRT e ligeirões. Ali terá uma estação que será integrada à estação da Linha Verde, abaixo. Será integração total e vai pegar tanto o eixo Linha Verde Sul quanto Norte”, afirmou o o presidente interino do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, Luiz Fernando de Souza Jamur. Segundo ele, também haverá uma área específica para a travessia de ciclistas no novo espaço.

As novas estações possibilitarão a integração de sete linhas de transporte – entre municipais e metropolitanos – que transportam em média 220 mil passageiros por dia.

Foto: Divulgação/IPPUC
Foto: Divulgação/IPPUC

Trinário

Projeto que ainda está sendo desenhado pelo Ippuc coloca os dois novos viadutos da região do Boqueirão em um sistema trinário com o viaduto da Avenida Marechal Floriano, possibilitando uma ligação mais ágil entre os principais pontos de tráfego que ligam o bairro à região central.

A proposta é de que o viaduto ligado à rua Anne Frank conduza o fluxo no sentido Boqueirão-Centro. Já em direção ao bairro, o trânsito fluirá pela Tenente Francisco Ferreira de Souza — que, com o viaduto, se tornará uma espécie de prolongamento da Avenida Presidente Wenceslau Braz e da Rua Desembargador Westphalen.

O custo da obra – que será feita em paralelo a duas novas trincheiras na região da estação-tubo Vila São Pedro, na Linha Verde – está estimado em cerca de R$ 116 milhões.

Boqueirão terá ‘trinário’ e estação de ônibus sobre a Linha Verde