O programa EcoCidadão, que promove a inclusão socioambiental dos catadores de material reciclável de Curitiba, e o ônibus Ligeirão, o maior do mundo e que emite 63% menos poluentes, foram alguns dos destaques do seminário Transporte, Meio Ambiente e Governabilidade, que aconteceu de 23 a 26 de maio na Comuna de La Reina, região metropolitana de Santiago, no Chile.

“Nas palestras internacionais, Curitiba foi citada várias vezes como exemplo nas áreas de transporte e meio ambiente”, explica o engenheiro Luis Lopez Miguez, assessor técnico da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

“O programa Ecocidadão, por exemplo, chamou muito a atenção por permitir numa mesma ação resultados de inclusão social e de meio ambiente”, diz Miguez. Ele conta que o programa curitibano Biocidade – Biodiversidade Urbana foi muito elogiado pelos participantes do encontro.

Com o Programa Biocidade ampliam-se os conceitos de gestão ambiental. Nele estão incluídas iniciativas como a revitalização dos rios, a adoção de alternativas sustentáveis de mobilidade urbana e o incentivo à preservação de áreas naturais particulares.

No evento, Miguez ministrou palestra sobre transporte e meio ambiente curitibanos. O convite para participação de Curitiba no seminário partiu de uma equipe do município de La Reina, que esteve em Curitiba no final de 2011.

Ecocidadão

Mais de 300 catadores fazem parte do projeto EcoCidadão, que funciona desde 2007 com o objetivo principal a inclusão socioambiental dos catadores informais. No ano passado, eles recolheram juntos 4,7 mil toneladas de material reciclável. A cidade conta hoje com 13 parques de recepção de recicláveis. A previsão é de que o 14º parque do programa EcoCidadão seja inaugurado daqui a dois meses, no bairro Parolin.

Além do aumento de renda – em quatro anos houve um incremento geral de renda de 266% -, os catadores associados garantem uma melhoria da qualidade de vida. Os participantes do EcoCidadão não levam o material recolhido para casa, todo o processo de seleção, prensagem e venda acontece nos barracões, o que deixa as residências mais limpas.

Ligeirão

O Expresso Ligeirão, o maior ônibus do mundo, identificado pelos passageiros pela cor azul, completa um ano nesta quinta-feira (29), quando a cidade comemora 319 anos. O Ligeirão atende as linhas Boqueirão e Pinheirinho-Carlos Gomes e, até o início do próximo ano, entrará no eixo Norte, fazendo a ligação do Terminal Santa Cândida com a Praça do Japão.

Na linha Pinheirinho-Carlos Gomes, pela Linha Verde, 14 biarticulados azuis atendem diariamente 31 mil usuários. No eixo Boqueirão, são 37 mil passageiros transportados por dia nos 12 ligeirões. No total são 30 ônibus movidos exclusivamente a biodiesel, com uma redução de 63% na emissão de poluentes, em relação aos demais ônibus da frota.

Com 28 metros de comprimento e capacidade para 250 passageiros, o Ligeirão Azul substituiu ônibus articulados com capacidade para 170 passageiros, o que representou um aumento de 47% na oferta de lugares em cada viagem.
ligeirões azuis transportam diariamente 68 mil pessoas por dia, o que significa 42 mil carros a menos nas ruas de Curitiba e muito menos poluição.

Todos os Ligeirões operam 100% com biodiesel, que reduz em 63% a emissão de poluentes. São também mais silenciosos e seguros, possuem tecnologia embarcada, computador de bordo e 100% de acessibilidade