enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Suspeito de matar dois é preso e alega inocência

  • Por Janaina Monteiro

Um jovem, de 20 anos, apontado como autor de dois homicídios, foi preso por policiais da Delegacia de Homicídios. Igor Amaral dos Santos foi localizado em casa, no Novo Mundo, onde os crimes foram praticados. Segundo o delegado Danilo Zarlenga, responsável pelas investigações, Igor tinha contra si dois mandados de prisão por um homicídio e uma lesão corporal grave ocorridos em 2011 e um homicídio praticado em setembro. O suspeito, não tinha passagem pela polícia e afirmou que não cometeu nenhum crime.

Em 4 de dezembro de 2011, ele é suspeito de ter matado a tiros Pedro Luiz Caes, 44, dono de uma barraquinha de espetinhos e baleado Débora Azevedo Assumpção, 20 anos, que sobreviveu. As investigações mostraram que vítima e autor se desentenderam na barraca. No dia seguinte, conforme relatado pelo delegado, Igor e dois comparsas foram de Gol até a casa de Pedro para tirar satisfação. O comerciante foi morto com tiros de pistola calibre 380. Débora estava dentro de casa e, acidentalmente, foi baleada na boca.

Sem motivo

O segundo homicídio aconteceu em 20 de setembro, na Rua Luiz Losso Filho. A vítima, Alex Gonçalves Honório, 31, foi com amigos até uma distribuidora de bebidas comprar cerveja para assistir a um Atletiba. Na volta, ele viu o carro de Igor e foi ao encontro dele cumprimentá-lo. Em vez de um aperto de mão, ele levou seis tiros, segundo a polícia. “Antes de morrer, a vítima chegou a gritar: por que ele fez isso comigo?”, contou o delegado.

Zarlenga explicou que, aparentemente, não havia motivo para esse crime. “Como há suspeitas de Igor tenha envolvimento com o tráfico de drogas. Ele é perigoso e muito violento”, definiu o delegado.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas