Termina em 28 de fevereiro o prazo para mutuários da Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) renegociarem prestações de imóvel em atraso com isenção de juros e multa. Mas para conseguir a renegociação os beneficiários devem procurar a Cohab o quanto antes, uma vez que a adesão ao Programa de Repactuação Contratual (lei municipal 10.915/2003) costuma demorar pelo menos uma semana.

Leia também: Página falsa da Cohab no Facebook aplica golpes em Curitiba 

Quem faz o alerta é Claudenice Filadoro, gerente do departamento de relacionamento com o cliente da Cohab. “Ainda dá tempo, mas o mutuário deve agendar o atendimento pelo Alô Cohab o mais rápido possível por causa da documentação. Qualquer pessoa pode aderir, desde que o imóvel não tenha nenhuma pendência como IPTU ou condomínio em atraso. Precisa estar tudo em dia”, explica a gerente. Segundo Claudenice, em alguns casos o beneficiário que renegociar pode abater até 50% do valor devido, podendo optar por acordo ou renovação da dívida. “Nós vamos analisar cada caso”, afirma.

Financiamentos e inadimplência

Atualmente, a Cohab possui três tipos de carteiras de financiamento com cerca de 12 mil contratos. A maior delas reúne 8 mil mutuários e opera com recursos próprios, porém, segundo a gerência de relacionamento, mais da metade está inadimplente.

Além disso, a perda com a amortização dos juros e multas pode chegar a R$ 5 milhões, mesmo assim as renegociações do Programa de Repactuação Contratual devem dar fôlego para a companhia. “Por isso é importante que todos os devedores nos procurem. Com as contas em dia, pretendemos dar oportunidade para outras pessoas que estão na fila conquistarem a casa própria”, finaliza Claudenice.

Vale ressaltar que as negociações de dívidas com a Cohab continuarão acontecendo após a data limite, porém, com a cobrança atualizada dos valores pendentes. O Alô Cohab funciona pelo 0800 41 3233 ou pelos números 3221-8133, de segunda a sexta, das 9h às 15h.

Curitibano sortudo que ganhou na Mega-Sena aparece para resgatar prêmio milionário