Usuários do transporte coletivo de Curitiba que possuem mais de 65 anos e o cartão isento – que permite circular nos ônibus sem o pagamento da tarifa – têm um novo prazo para fazer a prova de vida. Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs), a suspensão da revalidação do cartão, que já tinha sido adiada para o dia 30 de setembro por conta da pandemia do novo coronavírus, foi prorrogada novamente, agora até o dia 30 de novembro deste ano.

LEIA TAMBÉM – Recorde de calor de 2020 pode ser batido mais uma vez nessa semana em Curitiba

Além dos idosos, pessoas com deficiência, com patologias crônicas e aposentados por invalidez, que têm cartão-transporte isento, também ficam dispensados de requerer a validação do benefício até a mesma data, como informa a Urbs.

LEIA AINDA – Curitiba tem 16 candidatos a prefeito e 1.181 a vereador registrados no TRE

O cartão isento tem validade de um ano. Com a medida, aqueles que venceriam nesse período terão a validade estendida até fim de novembro, sem a necessidade de reapresentação de documentos. Com a prorrogação, a prova de vida fica restabelecida a partir de 1º de dezembro.

Atendimento à população

Ainda devido à pandemia, a Urbs vai seguir atendendo ao público das 11h às 17h de segunda a sexta-feira, até 31 de outubro, na sede da Urbs na Rodoferroviária e nas Ruas da Cidadania. Para quem precisa do cartão-transporte, segue valendo até o dia 31 de outubro, a necessidade de agendamento para o atendimento presencial, para evitar aglomerações. O agendamento pode ser feito no www.urbs.curitiba.pr.gov.br.