A Polícia Civil de Pinhais cumpriu mandado de prisão contra Rubens Goes Machado, 19 anos, suspeito de matar o vigilante Fai Kai Lee Junior, 36 anos, a facadas. O crime aconteceu em dezembro do ano passado, no centro esportivo do Jardim Weissópolis.

Segundo o delegado Herculano Augusto de Abreu, policiais receberam informações anônimas sobre a localização do suspeito, que já estava com mandado de prisão expedido. “Os investigadores seguiram diligências até a região e o encontraram próximo a uma empresa da família, na Rua Paranapanema, também no Jardim Weissópolis”, contou.

O assassinato ganhou repercussão depois que o vigilante foi assassinado a facadas devido a um desentendimento com Rubens. No dia do crime, um adolescente, que estava junto com o grupo de jovens que discutiu com o vigilante, foi apreendido. “Em primeiro momento, ele confessou o crime, mas depois voltou atrás e acabou contando que não tinha sido ele”, disse o delegado.

Imagens das câmeras de segurança da Prefeitura de Pinhais ajudaram os policiais a entender como o crime aconteceu. No vídeo é possível ver que o grupo de jovens começa a discutir e o vigilante, ao tentar contê-los, é cercado e morto por um deles.

Segundo a polícia, três jovens foram identificados. Um deles, o adolescente. O outro é Rubens, que agora está preso. O terceiro rapaz foi ouvido e liberado. Conforme explicou os policiais, Rubens vai responder pelo homicídio e os outros dois, o adolescente e o rapaz, pela participação no crime. O motivo do crime ainda é um mistério para a polícia, uma vez que os jovens dizem que foi uma discussão, mas não explicam o porquê dessa discussão.

Confira o vídeo com o momento do crime.