Em uma residência localizada no Jardim Garituba, em Piraquara, policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), comandados pelo delegado Guilherme Rangel, apreenderam uma carga de materiais de construção, avaliada em cerca de R$ 10 mil. Essa carga havia sido furtada de uma loja em Curitiba.

No local foi preso um homem de 53 anos, que confessou que havia comprado os materiais de um desconhecido. ” Agora, além de perder todo o dinheiro investido na compra destes materiais de construção, o preso também irá responder pelo crime de receptação, cuja pena varia de 1 a 4 anos. Ou seja, foi um mau negócio para ele”, disse Rangel.

Segundo o delegado titular da DFR, Amarildo Antunes, a determinação do delegado titular da Divisão dos Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), Luiz Carlos de Oliveira, é para combater as duas pontas deste tipo de crime, identificando e prendendo os autores dos furtos e roubos, mas também identificando e prendendo os receptadores, que contribuem para o aumento destas modalidades de crime.