Os ganhadores dos principais sorteios do Nota Paraná de julho receberam seus prêmios nesta quinta-feira (19), em cerimônia realizada na Secretaria de Estado da Fazenda.

Três mulheres, todas as três moradoras de Curitiba, receberam os maiores prêmios do mês. Juliana Alencar Holetz, advogada, foi a principal ganhadora e levou para casa R$ 50 mil. Ela disse que ainda não definiu o que fará com o dinheiro.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

O segundo prêmio de grande valor foi para a arquiteta Flávia Pamplona. Ela recebeu R$ 30 mil no sorteio. Já a cobradora de ônibus Vanilda de Fátima Mayer levou para casa R$ 20 mil. De acordo com a Agência Estadual de Notícias, ela disse que concorreu com apenas uma nota, resultado das compras do mês. A ganhadora brincou, dizendo que anteriormente havia ganhado apenas um ovo de Páscoa na vida.

Este sorteio foi o 44º sorteio do programa. De acordo com o governo estadual, o Nota Paraná já devolveu R$ 1,4 bilhões para 20 milhões de CPFs e R$ 140 milhões para entidades (organizações que receberam doações de notas).

Como se cadastrar

Para receber de volta o dinheiro do ICMS e participar dos sorteios, é necessário informar o CPF na hora da compra. A cada R$ 50 em compras, o consumidor recebe um cupom. Depois é necessário se cadastrar no site do Nota Paraná.

Como resgatar o dinheiro ou doar a nota

Desde fevereiro do ano passado, quem for resgatar créditos do programa Nota Paraná para conta bancária tem que pagar pelo serviço, no valor de R$ 1,72.

A cobrança passa a valer a partir da segunda transferência feita pelo usuário no ano, seja pessoa física, jurídica ou entidades sem fins lucrativos cadastradas no programa. Até janeiro de 2018, a taxa do serviço não era repassada ao consumidor.

A exceção é o Banco do Brasil, por ser a instituição financeira oficial do estado. Neste caso, correntistas do Banco do Brasil não terão o desconto em qualquer solicitação de crédito.

Se o consumidor não deseja informar seu CPF na nota, é possível doá-la a entidades filantrópicas e assistenciais.

Gangue do hidrante não perdoa e deixa prejuízo por todo o Centro