A Prefeitura de Curitiba decretou nesta quinta-feira (29) luto de três dias pela morte do arquiteto e urbanista Lubomir Ficinski Dunin, 87 anos. Arquiteto formado pela 1° turma do curso de Arquitetura da UFPR, participou da criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), do qual foi presidente por duas vezes, e retornou como integrante da equipe de Projetos Especiais, a convite do prefeito Rafael Greca.

“Curitiba e o Paraná se despedem hoje de um grande parceiro. Lubomir Ficinski Dunin segue adiante e deixa para a cidade um enorme legado, não apenas em obras, mas de compromisso, caráter e retidão profissional”, afirmou Greca.

Lubomir Ficinski foi integrante da equipe fundadora do Ippuc em 1965 ao lado de Jaime Lerner, Luis Garcez, Fanchete Rischibieter, Dúlcia Auríquio, Nicolau Kluppel.   Criador do Paranácidade, foi também secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e consultor do Banco Mundial.

O Parque Barigui, o prédio da Telepar, o Programa Paraná Urbano, que levou infraestrutura a todos os municípios paranaenses, são algumas das heranças de Lubomir para a cidade.

Do alto dos seus 87 anos, Lubomir retornou à casa de Planejamento da cidade e em seis meses desta gestão criou o projeto do Anel Metropolitano de Transporte, de integração de Curitiba com as cidades vizinhas, pela Linha Verde e os eixos estruturais.