A Polícia Civil de Fazenda Rio Grande procura o motorista de uma Montana preta, aparentando entre 25 e 30 anos, que ataca mulheres na cidade. Sete vítimas já registraram boletim de ocorrência na delegacia. Quatro foram estupradas e três conseguiram escapar da violência.

O homem começou a atacar as mulheres no final de maio. No mês passado, desapareceu da cidade e voltou a agir este mês. A maioria dos casos ocorreu no bairro Gralha Azul. A polícia apurou que a maneira de abordagem é sempre a mesma. Entre 5h30 e 7h, o homem se aproxima de mulheres na rua, principalmente as que estão sozinhas esperando o ônibus, e as obriga a entrar em sua caminhonete.

Sem tipo

A única coisa que o tarado não tem preferência é por tipo físico ou idade. Ele já violentou uma moça loira, de 17 anos, e uma morena, de 35 anos. Apavoradas com o crime, interessadas em apenas correr para fugir e pedir ajuda, nenhuma se lembrou de olhar a placa da caminhonete.

De 20 a 30 homens, donos de Montanas pretas, moradores ou trabalhadores na região, passaram pelo reconhecimento das vítimas. Apenas uma delas reconheceu um dos homens. Como nenhuma outra mulher identificou o suspeito, não foi pedida sua prisão. O rapaz comprovou que era trabalhador e tinha namorada, mostrando que não possuía motivo para estuprar mulheres.

A polícia orienta as mulheres que costumam andar nesses horários, que evitem de ficar sozinhas. Quem tiver informações sobre a identidade do tarado, deve ligar para a delegacia de Fazenda Rio Grande, no telefone 3627-1402.