A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) trabalha para identificar a quadrilha que tentou roubar um malote na frente de uma agência do Itaú, na tarde de segunda-feira, na Avenida Prefeito Erasto Gaertner, Bacacheri, em frente ao quartel do 20.º Batalhão de Infantaria Blindada (20.º BIB).

De acordo com o delegado Guilherme Rangel, dois marginais teriam sido baleados durante troca de tiros com a polícia. Policiais entraram em contato com hospitais da capital e região metropolitana na tentativa de localizar os baleados, porém nenhum deles teria dado entrada em pronto-socorro.

Experientes

“É uma quadrilha experiente. Eles tentaram roubar o malote no momento do depósito”, disse o delegado. Imagens do assalto, gravadas pelo sistema de segurança da agência, são analisadas. Segundo o delegado, o banco não autorizou a divulgação das cenas para a imprensa.

Os marginais cobriam o rosto e usavam coletes à prova de bala. Eles foram abordados por um policial militar de folga e deram início ao tiroteio sem se preocupar com testemunhas. A quadrilha abandonou um Vectra roubado em frente ao banco e fugiu num Renault Clio.

De acordo com a PM, no local foram recuperados um colete balístico, munições calibre 9 milímetros, um carregador de pistola e um radiocomunicador sintonizado na frequência da polícia.