Uma paralisação de praticamente 800 funcionários da Cavo fez com que alguns curitibanos ficassem sem coleta seletiva de lixo no começo desta manhã de terça-feira (21). O motivo foi o atraso no pagamento do pagamento do vale refeição e alimentação da empresa que gerencia o sistema na cidade.

Após duas horas parados e com os caminhões estacionados, a empresa providenciou o pagamento do valor combinado e os funcionários retornaram normalmente para o trabalho. A assessoria do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação (Siemaco) confirmou a informação do retorno para as ruas.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O atraso teria sido causado por um problema verificado no sistema de vales e foi regularizado. Os créditos referentes ao mês foram atualizados nos cartões dos trabalhadores.

Faculdade fecha em Curitiba e ‘bomba’ fica pra ex-alunos