Revoltado com o jovem que namorava sua filha, de 13 anos, Wanderlei de Palma Pinto, 35 anos, resolveu por fim ao relacionamento de maneira brutal. No final da manhã de ontem, ele foi até a residência de Genivaldo de Freitas Bueno, 18, e o matou com três tiros no peito.

O crime aconteceu no Jardim Serrinha, em Balsa Nova. Após o assassinato, o homem foi até a rodoviária da cidade e fugiu de ônibus. Conforme foi apurado pela polícia, Genilvaldo se relacionava há quatro meses com uma das filhas de Wanderlei.

O homem era contra o namoro, mas não conseguiu convencer a garota de largar o rapaz. Há cerca de 20 dias, a menina, sem autorização, viajou com Genivaldo e uma amiga para Morretes, onde ficaram na casa de um amigo dele.

Preocupados com o sumiço da garota, familiares avisaram a polícia de Campo Largo, que entrou em contato com a delegacia de Morretes. Genivaldo foi localizado e preso no litoral, enquanto as garotas eram levadas de volta para casa. Uma semana depois, o rapaz foi solto e voltou para Balsa Nova.

Portão

Na manhã de ontem, Genivaldo trabalhava em sua residência, quando foi chamado por Wanderlei no portão. “Ele disse que queria conversar, mas assim que o rapaz se aproximou, o homem sacou a arma e atirou três vezes no peito da vítima”, disse o investigador Marcos Gogola. Genivaldo conseguiu correr, pular um muro, mas não resistiu e tombou no quintal de outra casa.

O assassino fugiu e, segundo familiares, pegou um ônibus da rodoviária. Eles não souberam informar aonde Wanderlei foi, mas disseram que ele se apresentará hoje na delegacia de Campo Largo.