Valdemir Nunes de Souza, 35 anos, e o filho, de 17, foram baleados por volta das 18h30 deste domingo (09), dentro de um bar da Rua João Batista de Siqueira, no Jardim Colonial, em Almirante Tamandaré. Suspeita-se que eles tivessem arranjado confusão em outro boteco, momentos antes. Valdemir morreu na hora. Seu filho foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital Evangélico e acabou morrendo pouco depois.

Moradores locais contaram que Valdemir e o filho moravam no bairro ao lado. Lá, teriam arranjado briga com o frequentador de um bar onde estavam, a ponto do local ficar todo quebrado. Depois disto, teriam seguido para este outro boteco, no Jardim Colonial. Segundo investigadores da delegacia de Almirante Tamandaré, mal pai e filho entraram, não tinham ainda nem bebido nada, dois homens chegaram ao local e ficaram na porta. Um deles deu um telefonema e, após confirmar “ele está aqui”, um terceiro homem veio e entrou.

Um dos assassinos atirou contra Valdemir e o outro contra o filho. O pai morreu na hora com ferimentos no peito e no ombro. O filho levou tiros no peito e na cabeça. Apesar de ter sido socorrido com vida pelo Siate, saiu do local em estado muito grave e entubado.

Testemunhas contaram que nunca viram os assassinos por ali. Ninguém os conhecia. Eles apenas mandaram a proprietária do bar se afastar e, sem dizer nada, atiraram em pai e filho.

Confira mais imagens na galeria de fotos.

Paraná Online no Facebook