Nem mesmo a boa ação de tirá-la das ruas e levá-la para a própria casa impediu com que Márcia Aparecida Vanderlei, 29 anos, planejasse e matasse Sebastião Pereira dos Santos, 63 anos, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC).

De acordo com a polícia, há seis meses o idoso convidou a jovem para morar na casa dele e desde então, Márcia furtava objetos do local para trocar por drogas. Na sexta (12), a jovem e mais uma amiga deram o golpe fatal: mataram Santos a facadas enquanto ele dormia e esconderam o corpo embaixo da cama. As duas foram presas nesta segunda-feira (15).

“Inicialmente foi feita a prisão da Márcia que estava na casa do mesmo e teria até dormido sobre o corpo, o que choca a gente é que ela teria dormido sobre o corpo da vítima”, explicou o delegado Vitor Dutra Oliveira. Horas depois, a amiga de Márcia, Gislene Ferreira dos Santos, 35 anos, foi presa em um bairro em Colombo, na RMC.

Ainda segundo a polícia, como os depoimentos foram conflitantes, apenas a perícia vai determinar quem foi autora do crime. As duas vão responder por latrocínio, já que a polícia localizou objetos da casa que foram vendidos após a morte de Sebastião.

De acordo com Oliveira, Márcia negou que tinha um relacionamento amoroso com a vítima, mas não é o que acredita a família de Sebastião, que desde o início, desaprovava o fato de ele ter abrigado a jovem.

O crime

Segundo a polícia, o crime aconteceu entre a noite de sexta (12), mas o corpo só foi encontrado por um sobrinho da vítima na noite de domingo (14). Ainda de acordo com a família, a irmã da vítima recebeu várias ligações falando que tinha ocorrido algo com Sebastião. Ela mandou o filho até a casa do tio, onde ele encontrou o corpo enrolado em um lençol embaixo da cama.