Ao tentar olhar a filha no banco de trás, a motorista de um Polo perdeu o controle da direção, capotou e morreu ao ser ejetada do Polo que dirigia. O acidente aconteceu na BR-277, entre Curitiba e Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), no começo da noite dessa quarta-feira (20) e, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Vanessa Maria Zanin, de 30 anos, estava sem cinto de segurança. A criança, de sete meses, estava na cadeirinha e teve apenas escoriações.

O acidente aconteceu num trecho de reta da rodovia e no momento a pista estava seca. Conforme avaliação do sogro da vítima, Irenio Ferreira, Vanessa deve ter olhado para trás. “99% de chance de ela ter olhado para trás para ver se estava tudo bem com a criança e acabou se perdendo”, comentou.

+Leia também: Assalto termina com um morto e outro no hospital na Grande Curitiba

Ao perder o controle da direção, a mulher capotou o carro e foi ejetada por, provavelmente, não estar com o cinto de segurança, conforme informou a PRF. Vanessa chegou a ser atendida pelo resgate da concessionária e também por uma ambulância do Samu, mas não resistiu.

A filha da motorista, que estava presa à cadeirinha, teve apenas escoriações leves. O bebê também foi atendido pela equipe de emergência, que precisou acalmá-lo. Muito assustada, a menina foi entregue aos familiares de Vanessa.

Demora no socorro!

Ainda em pânico pelo acidente, o sogro da motorista estava revoltado pois afirmava que o resgate demorou a acontecer. “Mais de duas horas demoraram para chegar. Isso sem dúvida diminuiu as chances dela. Um descaso total e eu tenho provas”, denunciou o homem.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

PRF flagra carro ‘a milhão’ na Serra do Mar no litoral do Paraná