Morreu nesta terça-feira (21), vítima do coronavírus, o ritimista Paulo Márcio, o Paulo Madruga, da escola de samba de Curitiba Acadêmicos da Realeza. Em nota oficial pelo Facebook, a escola lamentou profundamente a perda do sambista, que estava internado na UTI do Hospital Santa Cruz.

LEIA TAMBÉM Curitibana que ficou conhecida por meme da internet morre após luta contra o câncer

Em vídeo, o amigo do ritimista Mestre Dan lamentou a morte “Hoje, infelizmente, eu venho passar uma notícia muito triste. Perdemos um guerreiro nessa batalha contra a covid-19. Ela chegou bem próximo de nós, com o falecimento do nosso ritimista Paulo Márcio Madruga. Um amigo, uma pessoa incrível, gente boa, um ótimo ritimista, pessoa respeitosa, e que com certeza nos fará falta nesse momento”, comentou Dan.

Nota de pesar Mestre Dan #garradaaguia

Nosso sentimento é unificado. Lamentamos profundamente esta perda.Paulo Márcio Madruga estará sempre conosco. Sentimos pesar por todas as famílias enlutadas, vitimadas pelo COVID-19.⁣Nosso desejo e esperança: que a humanidade prospere frente a esse desafio.⁣⁣#luto #covid19 #academicosdarealeza #curitiba

Posted by Acadêmicos da Realeza on Monday, July 20, 2020

O Mestre Dan aproveitou também para dar um recado aos amigos e colegas sobre os riscos do coronavírus. “Quero deixar um recado especial para vocês. Isso de fato acontece, tá acontecendo próximo da gente. Vamos manter as regras de distanciamento social, usar álcool gel, máscara, evitar sair ao máximo, isso vai fazer com que a gente evite perder pessoas próximas, queridas, do bem, como a gente perdeu”, salientou.

O sambista Paulo Madruga deixa esposa e amigos.