A menina de oito anos que foi atropelada no início do mês por uma motocicleta na Avenida do Batel, em Curitiba, teve alta do Hospital Pequeno Príncipe (HPP) na tarde desta terça-feira (24) depois de passar 16 dias internada. A informação foi confirmada pela equipe de comunicação do hospital.

A garota já havia deixado a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na última quinta-feira (19) depois de apresentar uma evolução considerada satisfatória no seu quadro clínico. De acordo com o HPP, mesmo com ela tendo sido internada em estado grave, a sua recuperação surpreendeu até mesmo os médicos. Já em casa, a menina deve seguir com acompanhamento médico por mais algum tempo.

A tia da garota, a enfermeira de 38 anos que também foi atingida pela moto conduzida por Leonardo de Magalhães Fonseca, de 22 anos, deixou a UTI do Hospital do Trabalhador no último fim de semana e foi transferida para o Hospital da Cruz Vermelha. De acordo com a instituição, o quadro é estável e o estado de saúde tem evoluído bem. Além das duas, uma idosa de 88 anos também foi atingida no acidente, mas recebeu alta no mesmo dia.

No início da tarde desta terça, a mãe do motociclista, Ângela Brockveld, defendeu o filho e disse que ele não estava empinando a moto no momento do acidente, como a polícia suspeita. Segundo ela, o rapaz usava a moto por influência do pai.

Câmera flagra caminhão tombando e atingindo casa em Curitiba! Veja!