A jovem Joyce Izabela da Silva, 18 anos, foi assassinada com nove tiros de pistola calibre 40 ao lado da estação tubo Antônio Meirelles Sobrinho, no Cajuru, às 22h de sábado (09). A garota se preparava para pegar o ônibus de volta para casa, após sair de uma festa que aconteceu a duas quadras dali.

Segundo a Polícia Civil, ela estava com um grupo de cinco jovens quando um indivíduo se aproximou e começou a conversar a sós com ela. O papo virou discussão, o assassino sacou a pistola e disparou contra a vítima. Na calçada, atrás do tubo, era possível ver as marcas de tiro no chão, denotado que a garota foi alvejada várias vezes quando já estava caída. Sete tiros atingiram o abdômen, o oitavo foi no ombro e o nono na cabeça.

Conforme apuraram policiais da Delegacia de Homicídios, o motivo do crime teria sido uma briga com outra garota, durante a festa. Joyce teria sido seguida pelo namorado da inimiga, que queria tirar satisfações e acabou sendo morta por ele. Ainda segundo os investigadores, um adolescente que 17 anos, que acompanhava a moça, também foi baleado. Ele foi socorrido ao hospital e não corre risco de morrer. Mesmo com várias testemunhas no local, inclusive os cobradores das duas estações tubo, ninguém quis ajudar a polícia com informações sobre o assassino.