Dois irmãos envolvidos com o tráfico de drogas foram fuzilados na madrugada de ontem, numa residência do Abranches. Homens encapuzados invadiram a casa, no final da Rua Augusto Conte, e executaram Márcio Mendes Cardozo, 35 anos, e Dinarte Mendes Cardozo, 32. Moradores disseram ter ouvido cerca de 40 tiros.

Investigadores da Delegacia de Homicídios apuraram que, por volta da 1h30, cinco indivíduos encapuzados arrombaram um portão que dá acesso a algumas casas. Chegaram gritando e intitulando-se policiais.

Quando entraram na residência dos irmãos, encontraram outros familiares, entre eles, duas enteadas de Márcio, de 11 e 13 anos. Os criminosos mandaram todos se abaixarem e não olharem para eles. Em seguida, iniciaram a fuzilaria. Os disparos foram direcionados apenas aos irmãos, que tombaram na hora, com vários tiros cada um.

Conhecidos das vítimas contaram que ambos estavam envolvidos com o tráfico de drogas. As informações são que usavam e vendiam entorpecentes e Márcio, inclusive, já tinha sido preso por esse motivo.

Além disso, o superintendente Odimar Klein, da Delegacia de Homicídios, comentou que Márcio vinha sendo investigado pela polícia por suspeita de participação no assassinato de Patrícia de Freitas Schwonka, 29 anos. A mulher foi encontrada carbonizada na manhã do dia 5, num matagal da Barreirinha, a duas quadras de onde aconteceu o crime de ontem.