Moradores da Rua José Gianinni Pancetti, bairro Guabirotuba, em Curitiba, levaram um susto quando saíram para trabalhar, por volta das 7h30 desta sexta-feira. Eles encontraram um homem morto no meio da rua, envolto em uma grande quantidade de sangue.

Sandro Luiz Hermann, 39 anos, não foi reconhecido pela vizinhança, mas foi identificado pela polícia porque portava seus documentos. Ele foi atingido no pescoço por golpes de garrafas quebradas. “O ferimento provavelmente atingiu uma veia de grande irrigação, por isso tanto sangue no chão”, explica a perita Joyce Malakoski, do Instituto de Criminalística.

Ela apreendeu próximo ao corpo dois gargalos de garrafas que serão periciados. De acordo com a perita, as roupas desalinhadas de Sandro indicam que ele lutou com o assassino, e a rigidez do cadáver mostra que o crime aconteceu entre 6h e 7h. Os moradores, entretanto, garantem que não ouviram nada além do latido dos cachorros no final da madrugada.

Sandro ou o assassino carregavam uma sacola com materiais recicláveis. Os produtos ficaram caídos ao redor do corpo. Como a vítima estava com sapatos nos dois pés e um chinelo foi encontrado também perto do cadáver, a polícia não descarta que o calçado seja do assassino. A Delegacia de Homicídios investiga o crime.