Yugi Ferreira, 21 anos, parecia esperto. Ficava monitorando as atividades da Guarda Municipal para arrombar a Unidade Saúde (US) Santa Quitéria, em Curitiba, assim que a viatura dava as costas. O que ele não contava é que, desta vez – depois de quatro arrombamentos bem sucedidos – a Guarda estava na tocaia, monitorando seu movimento com uma viatura descaracterizada e uma equipe de inteligência. Quando o rapaz tentou dar o bote, acabou preso em flagrante.

Conforme o diretor da Guarda Municipal, Odegar Nunes Cardoso, a unidade sofreu quatro arrombamentos no mês passado. Não dá para confirmar que Yugi foi o responsável por todos eles. O desta madrugada seria o quinto crime. Desde o primeiro, a Guarda começou a fazer patrulhamentos mais constantes no local, além de ações de saturação de guardas e viaturas na região.

No entanto, disse Odegar, os ladrões pareciam espertos. Acredita-se que ficavam na praça próxima à US, apenas observando a movimentação. Assim que as viaturas davam as costas, em 10 minutos o alarme do posto soava (a unidade é monitorada por empresa de segurança privada, que aciona a Guarda quando o alarme toca). Sempre que a viatura chegava, os marginais já tinham sumido.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Nestes quatro furtos, os ladrões levavam sempre poucos objetos. No último, foram dois estetoscópios e uma CPU de computador, com informações importantes da unidade de saúde.

Flagrante

Neste último crime, guardas à paisana estavam há uma semana monitorando o posto. Na madrugada deste sábado, por volta da 1h30, Yugi pulou o muro e jogou uma pedra na porta de vidro para entrar. Assim que ele entrou na US – chegou a cortar a mão nos cacos de vidro -, foi preso. Odegar conversou com testemunhas e vizinhos, que acreditam que Yugi também tenha sido o autor dos outros quatro arrombamentos. A Polícia Civil investiga o caso.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias de hoje sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Yugi confessou aos guardas que é usuário de drogas e que trocava os objetos furtados para sustentar o vício. Depois de receber curativos na Unidade de Pronto Atendimento do Fazendinha, ele foi levado preso à Central de Flagrantes, no bairro Portão.

Novo parque na região de Curitiba é opção de pesca e lazer para as famílias