Com a hastag #AgoraVai, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), anunciou a retomada nesta segunda-feira (2) das obras do lote 4.1 da Linha Verde Norte, entre os bairros Bacacheri e Atuba. Principal via de ligação entre as regiões Norte e Sul de Curitiba, a Linha Verde está em construção há 13 anos, desde o primeiro mandado de Beto Richa (PSDB) como prefeito.

Leia + Greca recebe alta no hospital após cirurgia no abdômen

As obras no lote 4.1, o último trecho da Linha Verde, de 2,8 km, pararam após Greca romper o contrato com a empreiteira Terpasul. Em julho, a construtora  paralisou os serviços alegando não receber o suficiente do município para pagar os funcionários. Agora, as obras passam a ser executadas pelo consórcio Estação Solar, segundo colocado na licitação para a construção do trecho de 22 km. O consórcio é formado pela TCE Engenharia e a Construtora Triunfo.

“Vencida a extensa novela jurídica e burocrática. Após perícia realizada pela comissão formada por engenheiros da Secretaria Municipal de Obras Públicas e do Instituto Falcão Bauer, análises de procedimentos e documentais, a construção do Lote 4.1 da Linha Verde será retomada nesta segunda-feira (2/12)”, ressaltou o prefeito em postagem em sua conta pessoal no Facebook. Ao final da postagem, Greca deixou a hashtag #agoravai.

Poucas horas após postar a retomada das obras, Greca foi pessoalmente visitar a obra na Linha Verde, um dia após receber alta do hospital – quinta-feira (28) o prefeito passou por uma cirurgia de correção de uma hérnia no abdômen. “Não se trata de uma obra simples. É um trabalho complexo e a cidade está fazendo um grande esforço para terminar”, declarou Greca ao site da prefeitura.

Notificações

De acordo com o prefeito, a antiga empreiteira responsável pelo lote 41 foi notificada 31 vezes pela prefeitura por falhas na condução das obras. A licitação do trecho aconteceu em julho de 2018. As propostas foram abertas em agosto de 2018 e a homologação da construtora vencedora ocorreu em outubro de 2018. A ordem de serviço foi assinada em novembro do ano passado e a previsão de conclusão era para o fim de 2020.

Ainda de acordo com Greca, apenas 4,16% da obra foi feita pela empreiteira anterior. A previsão agora é de que a Linha Verde seja concluída em 24 meses, ou seja, no fim de 2021 e não mais no fim de 2020.

PRF ganha 26 viaturas blindadas, ônibus e duas delegacias no Paraná