Uma partida de sinuca foi interrompida a tiros, na noite de domingo, numa lanchonete do Cajuru. Osvaldo Torres, 31 anos, foi atingido por diversos disparos e tombou no interior do estabelecimento, na esquina da Rua Leonardo Novicki com a Rua Sebastião Marcos Luiz, Jardim Acrópole.

O crime foi cometido por volta das 21h, quando Osvaldo jogava sinuca com dois amigos. Um indivíduo entrou na lanchonete, caminhou na direção dele e, sem dizer nada, o executou. Em seguida, fugiu e não foi identificado.

Policiais da Delegacia de Homicídios conversaram com familiares da vítima, mas não conseguiram apurar o motivo do crime. Na semana passada, um homem desconhecido procurou por Osvaldo, em sua casa, dizendo que queria comprar drogas. Porém, os parentes acreditam que ele tenha sido confundido com alguém, já que, segundo eles, o rapaz não tinha envolvimento com entorpecentes.

Esquina

No dia 5, o pedreiro Wellington Mendes da Rosa, 20 anos, foi espancado nas imediações da mesma esquina. Socorrido pelo Siate, ele foi encaminhado ao Hospital Cajuru, mas morreu em seguida.