Uma falha em um rojão de fogos de artifício pode ter sido a causa de um incêndio ambiental que destruiu mais de oito hectares de vegetação do chamado Morro das Endoenças, localizado no Distrito de Bateias, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.

O caso foi registrado na noite de domingo (26), mas o fogo foi controlado somente na tarde de segunda-feira (27). Foram aproximadamente seis horas de trabalho do Corpo de Bombeiros para impedir que as chamas se alastrassem para outros pontos da mata.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma área de reflorestamento foi a mais atingida pelo fogo. Uma pequena extensão da mata nativa também foi destruída pelas chamas e animais foram encontrados mortos, praticamente carbonizados.

O fogo começou na noite de domingo, mas devido à dificuldade de acesso ao local, o Corpo de Bombeiros iniciou os trabalhos de controle às chamas na manhã de segunda-feira. O incêndio foi registrado próximo a uma estância da região e por pouco não se alastrou para área de lavoura.

De acordo com a equipe que atendeu o caso, o tempo seco e a presença de vento contribuíram para que o fogo se alastrasse rapidamente. Ninguém ficou ferido durante o incêndio. Não há informações sobre o homem que soltou os fogos de artifício e causou o incêndio.