Depois de saber que o sobrinho foi baleado e o filho estava desaparecido, Valdinei Rocha começou a procurar o garoto. A busca terminou por volta das 7h da manhã desta segunda-feira (15), na Rua Paulo Tarquês, Imbuial, na zona rural de Colombo. Cristian Rian dos Santos Rocha Camelo, 12 anos, estava morto com vários tiros, em uma trilha ao lado de uma plantação de tomates.

Os pais se separaram há poucos meses e Cristian deixou a casa do pai, na região do Alto Maracanã, junto com a mãe e a irmã, de 2 anos, para viver em uma casa no bairro Monte Castelo.

“Minha ex-mulher disse que ele saiu com o primo na tarde de domingo. Perto das 22h, os dois não voltavam e logo parentes avisaram ela que alguém tinha baleado nosso sobrinho e que o Cristian tinha sumido”, descreveu Valdinei.

Samuel dos Santos, 13, foi socorrido pelo Siate na Rua Paulo Tarquês e levado ao Hospital Cajuru. Antes de ficar inconsciente, ele disse aos socorristas o número de telefone do pai, que avisou o restante da família.

Os parentes procuraram por Cristian e, no fim da madrugada, conseguiram com os bombeiros o endereço de onde eles tinham socorrido Samuel.

“Encontrei uma camiseta na estrada e comecei a gritar o nome dele. Achei que poderia estar acuado no matagal, imaginando que os bandidos estivessem por perto ainda. Mas na trilha perto da plantação avistei o corpo dele sem vida”, comentou Valdinei.

De acordo com o pai, Cristian era ótimo jogador de futebol e estava treinando na base de um time da capital. Ele acredita que o filho foi morto por alguma rixa no bairro em que foi morar recentemente. “Ele tinha um grande futuro”, lamentou.

A polícia aguarda a recuperação de Samuel para seguir com as investigações. “Tem características de execução porque os garotos foram retirados da região em que moravam e trazidos para uma área afastada na zona rural”, comentou o tenente Werner, do 22.º Batalhão da Polícia Militar. O inquérito fica a cargo da delegacia do Alto Maracanã.

Siga o Twitter @tribuna_policia
SAIBA TUDO O QUE ACONTECE NA ÁREA DE SEGURANÇA. SIGA O TWITTER
DO PARANÁ ONLINE E RECEBA NOTÍCIAS EM TEMPO REAL!