A busca pela carteira de identidade fez muitos curitibanos madrugarem nesta quinta-feira (1º). Já no primeiro dia do Mutirão da Cidadania de Santa Felicidade, centenas de pessoas acordaram cedo para garantir o atendimento — e nem mesmo isso foi o suficiente, já que as senhas se esgotaram em apenas duas horas.

A alta procura é reflexo dos problemas enfrentados pela população na hora de agendar o serviço pelo site do Instituto de Identificação do Paraná (IIPR). A promessa é que sejam realizados 1.100 atendimentos até o próximo sábado (3), sendo 400 apenas nesta quinta, mais 400 nas sexta (2) e o restante no último dia de evento. A distribuição começou às 9h30 e, por volta das 11h30, já não havia mais senhas disponíveis.

Assim, para não correr o risco de ficar sem o RG, muita gente foi à Rua da Cidadania de Santa Felicidade antes mesmo do nascer do sol. É o caso de Gilmara Alves da Silva, de 43 anos, que trabalha no setor de limpeza e que chego ao local por volta das 5h. Ela conta que está há seis meses tentando agendar com o IIPR e decidiu que madrugar seria mais eficiente do que continuar tentando. “A gente entra no site cedo para pedir e senha e já não tem mais nada. É muito difícil conseguir por lá. Não tem como mesmo”, comenta.

Situação semelhante é da vendedora Flávia Dias, que trouxe o filho de 12 anos para fazer o documento. Ela tenta desde outubro fazer o agendamento online e foi cedo para o mutirão. Para isso, teve que pedir dispensa no trabalho. E, se não conseguir o atendimento, disse que vai perder mais um dia para madrugar novamente. Ela chegou às 7h e conseguiu a senha 386.

Filas e reclamações

Por causa da longa fila que se formou, não faltaram reclamações — a maioria destinada à falta de organização na distribuição das senhas. Para quem aguardou por horas na fila, é um absurdo ter que chegar de madrugada para garantir um documento obrigatório.

A dona de casa Alice Ferreira, de 43 anos, também chegou por volta das 7h e se deparou com a fila gigantesca. Para ela, faltou a prefeitura ter alguém para distribuir as senhas logo no início da manhã. “Fica todo mundo esperando aqui sabe Deus até que horas. Se fosse mais organizado, eles fechavam as senhas e mandavam embora todo mundo que sobrou logo pra não ter que esperar”, protesta.

Já Airton Tibes, de 22 anos, não conseguiu ser atendido. Quando ele chegou à Rua da Cidadania, à 8h30, a fila já estava do lado de fora. Mesmo assim, ele ficou na espera por quase três horas até descobrir que as senhas tinham esgotado. “Isso aqui tá mal organizado desde o começo. Fazem bastante divulgação e não resolvem nada”, reclama. “Não sabiam nem dizer quantas senhas eram, se seriam todas distribuídas de manhã ou se a outra metade ficaria pra depois. Não estavam na fila dando informação”.

Documentos necessários

Apesar das senhas esgotadas nesta quinta-feira, o serviço será retomado nesta sexta e sábado. O atendimento começar a ser feito somente às 9h30 e em duas etapas. Na primeira delas, equipes da prefeitura fazem a checagem dos documentos necessários para a emissão do RG. Caso a pessoa esteja com tudo em ordem, recebe uma senha para ser atendido pela Polícia Civil, responsável pelo IIPR. Caso contrário, é orientado a voltar outro dia com tudo o que falta.

Segundo a polícia, a falta de um responsável legal por menores de 16 anos é a principal causa de recusa de atendimento neste primeiro dia de mutirão. Nesses casos, é preciso que o pai, a mãe ou algum responsável liberado pela Justiça esteja presente para poder fazer o RG.

Para emitir a carteira de identidade durante o Mutirão da Cidadania, é preciso levar os seguintes documentos:

– Certidão de nascimento para quem é solteiro ou vive em união estável;

– Certidão de casamento para casados e viúvos;

– Certidão de casamento com averbação para divorciados;

– Certificado de Naturalização para quem for brasileiro naturalizado;

– Certificado de Igualdade de Direitos para quem tem nacionalidade portuguesa.

Os documentos devem ser originais ou cópias autenticadas e estar em bom estado de conservação, sem rasuras e rasgos. Todas as informações devem estar legíveis.

Precisa tirar o RG? Agora você pode fazer isso nas Ruas da Cidadania