A Operação Independência nas estradas federais que atravessam o Paraná terminou na noite desta terça-feira (08) com 15 mortes nas estradas entre sexta-feira (4) e terça-feira. Além disto, foram registradas 466 ultrapassagens irregulares durante o feriado, representando quase quatro flagrantes por hora de operação. Esse tipo de ultrapassagem foi responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal. Em 2019, pelo fato do feriado ter sido num sábado, não houve operação, e por isto não existe um comparativo.

+Leia mais! Judocas de Curitiba com potencial olímpico usam criatividade pra treinar na pandemia

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), nos cinco dias de operação abrangendo quatro mil quilômetros de rodovias federais da circunscrição da PRF no Paraná, os agentes flagraram 62 motoristas dirigindo embriagados, 196 motoristas ou passageiros sem o cinto de segurança e 23 casos em que crianças não utilizavam adequadamente a cadeirinha. Foram fiscalizadas 12.116 pessoas e 14.632 veículos. 2.994 infrações foram registradas pelos policiais, nos cerca de quatro mil quilômetros de rodovias federais da circunscrição da PRF no Paraná. 240 veículos foram recolhidos aos pátios por diversas irregularidades e 13 foram recuperados.

No feriado foram registrados 151 acidentes com 156 pessoas feridas e 15 mortes nas rodovias paranaenses. No total de infrações, foram 2.994 com 240 veículos apreendidos por diversas irregularidades e 13 foram recuperados.

+Viu essa? Polêmica, votação sobre revisão das taxas de cartórios é adiada na Assembleia

Polícia Rodoviária Estadual

Segundo os dados da Polícia Rodoviária Estadual, as estradas que abrangem somente o Paraná, neste feriado foram 94 acidentes com 106 feridos e 14 mortes. Se comparado ao mesmo período do ano passado que teve o recesso de apenas dois dias, o número naturalmente aumenta consideravelmente. Em 2019, foram 58 acidentes, 55 feridos com quatro mortes e 1035 infrações.

“Percebemos movimento fora do normal desde o fim de semana anterior ao feriado e reforçamos o policiamento em todas as rodovias”, disse o subcomandante do BPRv, capitão Anderson Martins de Oliveira.