A explosão de um equipamento de cozimento em uma empresa na Rua Pasteur, na Vila Guarani, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, deixou duas vítimas em estado grave na tarde dessa terça-feira (10). Segundo informações, são três pessoas feridas, duas com maior gravidade, com fraturas e queimaduras, que foram encaminhadas ao Hospital Evangélico, em Curitiba. Procurados no local pela reportagem, representantes da empresa não quiseram se manifestar sobre o caso.

Conforme o tenente Lucas Gross, do Corpo de Bombeiros, o equipamento é conhecido como autoclave, utilizado para cozimento. A explosão aconteceu, segundo o agente, por causa da pressão. “Não havia chamas. Foi uma explosão mecânica de um equipamento utilizado para cozimento, que, possivelmente, não suportou a pressão da água ou de algum fluido utilizado. Não houve ignição. Foram três vítimas, duas em estado grave”, disse.

Uma das vítimas, com ferimentos leves, não precisou ser encaminhado ao hospital. As outras duas, com queimaduras e fraturas, foram atendidas pelos socorristas e encaminhadas ao Hospital Evangélico, em Curitiba.

O vendedor Alessandro Matoso, 21 anos, que trabalha quase em frente ao local da ocorrência, disse que o estrondo da explosão foi assustador. “Um amigo meu ouviu o barulho a três quadras daqui. O pessoal da vizinhança saiu na rua para ver o que tinha acontecido. Até o telhado da empresa de cozimento de feijão estragou”, contou.

O trânsito chegou a ficar em meia pista na Rua Pasteur. Por volta das 18h40, o atendimento dos Bombeiros foi encerrado e o tráfego de veículos normalizado.