O repórter fotográfico da Tribuna e Paraná Online Átila Alberti flagrou, no Centro de Curitiba, um entregador da empresa Ultragaz transportando dois botijões em uma bicicleta.

Como se não bastasse, um dos cilindros era muito maior que o tradicional, denominado P 45, que estava sendo transportado na horizontal, levando risco a pedestres, motoristas além de si próprio. O homem não se importou com o trânsito e fez manobras para finalizar a entrega.

Advertência

Questionada, a empresa Ultragaz explicou que advertiu a revendedora do produto.

Segundo a empresa, o entregador agiu de forma errada ao transportar o botijão deitado, já que existe o risco de vazamento. A entrega é feita de bicicleta pela dificuldade e pelo tráfego intenso na região central. A Ultragaz disse que sempre orienta e dá as recomendações para as revendedoras sobre as entregas.