Uma abordagem policial a um veículo suspeito terminou em perseguição e morte na ultima noite do ano, segunda-feira (31), na Vila Hauer, em Curitiba. Ao perceber a aproximação da viatura, dois homens que estavam em um veículo Uno com indicação de roubo ou furto dispararam com o carro em alta velocidade pela Rua Isaías Régis de Miranda, por volta das 21h40, e só foram parar depois que o veículo bateu no muro de uma empresa, já na Rua Major Fabriciano do Rêgo Barros. Um dos ocupantes morreu por causa do acidente e o outro foi preso.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias de hoje sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo a Polícia Militar (PM), o Uno teve um princípio de incêndio após o impacto. O segundo ocupante ainda tentou fugir, descendo do veículo com uma arma de fogo na mão. A PM informou que o suspeito saiu correndo e a equipe de policiais conseguiu alcançá-lo, porém, a arma já não estava mais com ele. Após identificá-lo, foram constatados cinco mandados de prisão contra o suspeito. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

A PM não deu informações sobre o outro integrante da dupla que morreu. Também não confirmou se a morte ocorreu por causa do impacto da batida ou se ele teria morrido carbonizado por causa do fogo no veículo.

Há suspeita de que o Uno tenha sido usado para a dupla para cometer assaltos em Curitiba e Região Metropolitana. Não há confirmação sobre quanto tempo o carro estava em posse dos suspeitos.

Uma aposta de Curitiba e outra de Campo Mourão estão entre os ganhadores da Mega da Virada