enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Caras de pau!

Dupla furta bicicletas de sistema recém-inaugurado em Curitiba! Não passou de um dia!

  • Por Lucas Sarzi
As duas bicicletas foram furtadas da região central da cidade. Foto: Divulgação/GM
As duas bicicletas foram furtadas da região central da cidade. Foto: Divulgação/GM

Não passou de um dia! Nesta quarta-feira (23), pouco mais de 24 horas depois do lançamento da Yellow, que aluga bicicletas e patinetes em Curitiba, uma dupla tentou dar uma de esperta e furtou duas bicicletas. A ação, porém, não deu certo e os dois, um rapaz de 27 e um homem de 43 anos, acabaram presos.

As duas bicicletas foram furtadas da região central da cidade. Conforme informou a Guarda Municipal de Curitiba, uma das bicicletas foi encontrada com o bandido que estava a usando normalmente, mas com um detalhe. Ele tinha conseguido romper a trava que é colocada na roda da bicicleta e que só é liberada por um aplicativo. Já no segundo caso, o homem carregava a bicicleta no ombro, pois a trava impedia que a roda traseira funcionasse.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Inocentes ou caras de pau, os bandidos não imaginavam que as bicicletas fossem monitoradas por GPS. Por volta de 1h30, um deles foi abordado na Rua José Loureiro, no Centro de Curitiba, pois estava com uma delas no ombro. Enquanto os guardas o abordavam, o outro bandido passou pedalando por eles e a cara de pau era tanta que ele nem se importava com o alarme que tocava forte anunciando que havia algo errado ali.

O inspetor Cláudio Augusto de Oliveira, da GM, contou que os guardas ainda tiveram que correr atrás do homem que pedalava. “Ele acelerou e tentou fugir, mas foi alcançado. Eles realmente não contavam que seriam vistos, mas desde setembro do ano passado o policiamento foi reforçado no Centro e nossas equipes vão estar cada vez mais presentes”.

Os dois homens encaminhados à Central de Flagrantes de Curitiba, que fica no bairro Portão. Os dois foram indiciados por furto e ficaram presos. O rapaz, de 27 anos, já tinha passagens criminais por tráfico de drogas. As bicicletas devem ser devolvidas a empresa, para que seja feito o reparo e depois voltem a funcionar normalmente.

Não adianta furtar

Embora tenha chamado a atenção dos bandidos, o projeto foi todo feito pela empresa responsável e pensado de uma forma que impede que alguém consiga ficar com o equipamento sem pagar pelo uso, por isso, não adianta furtar. “A bike é um projeto inteiro nosso e elas foram desenvolvidas de forma que nenhuma das peças possam ser usadas em outras bicicletas”, destacou Luiz Felipe Marques, diretor de marketing da Yellow.

Não é impossível de que elas sejam levadas, mas quem levar pode acabar se complicando, igual ao aconteceu com essa dupla na madrugada. Isso porque além do GPS, que controla a localização exata 24 horas por dia, as bicicletas também têm um sistema de alarme que apita diante de qualquer movimento atípico, como tentar levantar ou destravar a força os cadeados, por exemplo.

De qualquer forma, o inspetor da GM destacou que as alternativas de segurança encontradas pela empresa responsável pelo serviço são eficientes. “Por isso, fica o alerta, pois a empresa se precaveu, com alguns métodos fortes que avisam do furto e até mesmo o GPS. E havendo uma parceria entre a empresa, a GM e a PM, conseguiremos sempre encontrar os equipamentos”, considerou Carlos Augusto de Oliveira, reforçando o pedido de ajuda também da população. “Como o alarme é bem alto, se você ouvir, chame a PM ou a GM”.

Para o inspetor da GM, a esperança é a de que este seja apenas um caso isolado e que isso sirva de alerta aos bandidos que não funciona tentar furtar essas bicicletas e patinetes. “Gostaríamos muito que esse fato fosse apenas um, que as pessoas entendessem que a oferta desse novo serviço para a cidade vem para desafogar o trânsito e trazer uma possibilidade de um transporte alternativo, mas sabemos que essa esperança é o mundo ideal”.

Como funciona?

Novo em Curitiba, mas já bem conhecido dos moradores de São Paulo e Rio de Janeiro, o conceito das bicicletas e do patinete é o de que o uso seja um complemento ao do transporte público ou até mesmo para o lazer. As bicicletas estão disponíveis em um perímetro de 21 quilômetros quadrados, que abrange os bairros Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira.

Já no caso dos patinetes, que são elétricos, por enquanto, estes terão operação limitada ao bairro Alto da Glória e no horário das 7h às 21h. O preço para usar a bike é de R$ 1 a cada 10 minutos, sem fracionar a tarifa. Para os patinetes, a tabela inicial prevê a cobrança de R$ 3 de desbloqueio e R$ 0,50 a cada minuto de uso. Os pagamentos podem ser feitos tanto com cartão de crédito como em dinheiro. No segundo caso, é possível fazer as recargas em estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade.

Mobilidade

Ao contrário dos serviços tradicionais de bikesharing, o sistema da Yellow não depende de estações fixas para retirada e estacionamento de bicicletas. É possível retirar a bike ou o patinete no lugar em que ele estiver disponível. Para isso, a localização das bicicletas é atualizada em tempo real no aplicativo. O usuário também pode deixar em qualquer outro lugar dentro do perímetro em que a empresa opera. A orientação é apenas que as bikes sejam deixadas em locais apropriados, como paraciclos e vagas comum de veículos.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Colar de âmbar báltico tem efeito medicinal! Mito ou verdade?

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

29 Comentários em "Dupla furta bicicletas de sistema recém-inaugurado em Curitiba! Não passou de um dia!"


El Pancho
El Pancho
3 meses 26 dias atrás

Um dia a gente chega lá

alex lemarchand
alex lemarchand
3 meses 24 dias atrás

um dia ou alguns milenios ?

Tiago Ribas
Tiago Ribas
3 meses 26 dias atrás

Um simples sistema de gps embutido resolve o problema com roubos, poderia ser obrigatório em todos os veículos e outros dispositivos eletrônicos

Carlos Gomes
Carlos Gomes
3 meses 25 dias atrás

Resolve não, a matéria ficou incompleta, roubaram mais 2 e não recuperaram, hoje já devem ter roubado mais algumas, algumas empresas não divulgam muito para tentar passar a msg que sistema é muito seguro, sqn

Anderson ....
Anderson ....
3 meses 22 dias atrás

como você sabe que roubaram outras duas se não foi divulgado?

Rafael Pilha
Rafael Pilha
3 meses 26 dias atrás

“Nenhuma das peças podem ser usadas .” Pela foto, o banco, as rodas, o guidão, os pedais e etc, parecem iguais as demais bikes, provavelmente só quadro dela é que não dê pra usar, isso se algum professor pardal não adaptá-la após o furto.

Tiago Ribas
Tiago Ribas
3 meses 26 dias atrás

É um serviço para um pais de primeiro mundo, largar uma bicicleta em qualquer local não vai dar muito certo, principalmente as regiões do Parolim, Capanema e lugares não muito bem visto. Aqui no Brasil não é bem assim que funciona, tem muito vaga bundo mal intencionado perambulando pelas ruas..

Dennys
Dennys
3 meses 26 dias atrás

Brasil il il il il. Óbvio que isso ia acontecer. Esse sistema é para países desenvolvidos, não é aqui.

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas