enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Chamados pra morte

Dupla é morta a tiros em frente a igreja

Um dos rapazes assassinados já tinha passagem pela polícia

  • Por Márcio Barros, O Estado Do Paraná

Dois Jovens foram assassinados a tiros, por volta das 21h de domingo. O crime aconteceu no final da Rua Ernesto Pedro Crozeta, na Vila Santa Ângela, no Bairro Ferraria, em Campo Largo, quando Bruno Alisson Gonçalves de Oliveira, 20 anos, e o amigo dele, Rafael Antunes da Silva, 22, foram surpreendidos pelos assassinos.

Rafael caiu morto em frente uma igreja evangélica, Bruno conseguiu correr por cerca de 15 metros e também caiu morto.

Segundo o cabo Leandro Chrestani, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, eles foram chamados pelos moradores da rua que ouviram tiros. “Quando chegamos no local já encontramos os dois mortos e muita gente em volta dos corpos, isso até prejudicou o trabalho de preservação do local e o trabalhão do Instituto de Criminalísitica”, contou o policial. Próximo aos corpos foram apreendidas cápsulas de pistola calibre nove milímetros.

O superintendente Juscelino Bayer, da delegacia do município, esteve no local acompanhado do investigador Gogola. Eles descobriram que o crime pode ter sido praticado por um rapaz identificado como “Marcelinho”. “Recebemos esse nome, e é bem possível que esta informação esteja correta, afinal já conhecemos esse rapaz suspeito. Ele é apontado como autor de pelo menos 10 homicídios. Já prendemos várias vezes, mas sempre ele é colocado em liberdade”, comentou Juscelino.

Rafael ficou preso durante um tempo no 12.º distrito policial, no bairro Santa Felicidade, por ter sido preso em flagrante por roubo. Na segunda-feira ele tinha uma audiência marcada, e segundo os familiares, estava ansioso para continuar a liberdade, que foi interrompida a tiros.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas