O empresário Eduardo Pires Rezende, 31 anos, proprietário de uma revenda de automóveis morreu depois de ser baleado em suposta tentativa de assalto, na tarde de terça-feira (03), no Cajuru. Um pedreiro também foi ferido e continua internado no Hospital Cajuru. Eduardo foi ferido com quatro tiros, no pescoço, peito e ombro, e encaminhado ao mesmo hospital, onde morreu pouco depois do meio-dia de ontem (04).

O pedreiro Luiz Andrézio de Paula Santana, 25, que acompanhava o empresário na visita a uma obra, na Rua José Binhara, foi atingido por um tiro nas nádegas e submetido a uma cirurgia. Ele permanece internado com quadro estável.

Os dois estariam conversando em frente à construção quando, por volta das 15h30, dois ocupantes de Gol escuro com placas de Joinville (SC) anunciaram o assalto. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).