A morte de David José Henrique de Oliveira, de 22 anos, aconteceu por um desacerto comercial relacionado às drogas. Essa foi a conclusão da Polícia Civil de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, que investigou o caso. O autor do crime, Willian Guilherme Simioni, de 20, conhecido como Catatau, já é considerado foragido.

De acordo com o delegado Victor Dutra, os dois rapazes seriam traficantes e o crime aconteceu por uma possível disputa por ponto de venda de drogas. No dia do assassinato, que aconteceu no dia 8 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval, David reconheceu Willian no momento em que ele chegou para mata-lo.

David estava próximo a um bar na Rua José Ambrósio de Araújo, no Jardim Claudia, em Pinhais, quando Willian chegou de carro. “O rapaz ainda tentou correr e se escondeu no bar pra escapar da morte, mas não adiantou. Willian assassinou David dentro do estabelecimento”, disse o delegado.

Ainda conforme informou a Polícia Civil, Willian foi reconhecido por algumas testemunhas. Informações sobre o paradeiro do rapaz, que possam ajudar nas investigações, podem ser passadas através do telefone (41) 3665-5250.