A Polícia Civil de Piraquara descobriu o nome do proprietário do Prêmio vermelho, em que uma pessoa foi encontrada morta carbonizada no fim de semana, no Jardim Holandês. O corpo, que seria de um homem, estava no porta-malas do carro, que ficou totalmente queimado.

Pelo chassi do veículo, a polícia confirmou que as placas GVR-2249 de São Paulo eram as mesmas que estavam no veículo, que está em nome de Marcos Tadeu dos Santos. “Estamos tentando contato com Marcos, que mora em São Paulo. Não sabemos se é a mesma pessoa que morreu”, comentou Danilo Duzi, superintendente da delegacia. O cadáver permanece no Instituto Médico-Legal e poderá ser identificado pelo exame da arcada dentária ou confronto de DNA.