Locais públicos como as entradas de hospitais, UPAs, estações-tubo e terminais de ônibus de Curitiba vão ter a limpeza reforçada com o uso de sustâncias que ajudam a combater o novo coronavírus e que já são usadas em outros países. A medida foi anunciada na manhã desta quarta-feira (25) pelo prefeito Rafael Greca (DEM), durante live transmitida pelo Facebook.

“Hoje começamos a assepsia da cidade. Estamos lavando, escovando, limpando, ‘xô tranqueira’, com água com hipoclorito de sódio. E também, com água misturada em 3% com peróxido de hidrogênio. Agradeço a generosa doação da empresa Peróxidos do Brasil de 27 mil litros de peróxido de hidrogênio”, disse Greca.

LEIA TAMBÉM – Curitiba ‘fantasma’: imagens da cidade vazia na quarentena

De acordo com o prefeito, o peróxido de hidrogênio – conhecido comercialmente como água oxigenada – tem sido utilizado pela China e países da Europa na limpeza urbana neste período de pandemia.

Na capital paranaense a limpeza deve começar pela UPA do Pinheirinho, passando depois para a UPA do Sítio Cercado e para as demais unidades de pronto atendimento da cidade. O serviço também será feito no Hospital do Idoso e nas portas do Hospital do Trabalhador, garantiu Greca.

“O mesmo [acontecerá] nas estações-tubo, terminais de transporte e onde mais for necessário. Os valorosos trabalhadores da limpeza pública estão no comando da operação”, afirmou o prefeito, que ainda disse que gostaria de poder ajudar pessoalmente. “Se eu não tivesse 60 anos, estaria lá também, louco para estar varrendo, escovando e limpando. Dizendo para este vírus ‘xô tranqueira’, deixe-nos em paz!”, disse Greca durante a transmissão pela internet.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: