enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Conscientização

Curitiba terá ação de prevenção contra doenças renais nessa quinta

Em comemoração ao Dia Mundial do Rim, Fundação Pró-Renal vai realizar campanha sobre prevenção de doenças renais crônicas em Curitiba

Foto: Divulgação/Pró-Renal
Foto: Divulgação/Pró-Renal

Em comemoração ao Dia Mundial do Rim, a Fundação Pró-Renal vai realizar em Curitiba, nessa quinta-feira (14), uma campanha de conscientização sobre a prevenção das doenças renais crônicas. Os eventos, que acontecem na Boca Maldita e no Sesc da Esquina, terão orientação de equipe multiprofissional, de médicos, além de exames preventivos, como glicemia, colesterol e urina. O atendimento será feito das 9h às 16h, será gratuito e as senhas são limitadas.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo o médico Miguel Carlos Riella, diretor da Fundação Pró-Renal, o evento pretende destacar a importância da prevenção, já que os sintomas das doenças renais só aparecem quando a função do órgão já está bastante comprometida. “As doenças renais são silenciosas. Os sintomas aparecem quando restam entre 20% e 25% da função renal”, explica

Além disso, preocupa também a progressão de tais doenças, que tem aumentado ao lono dos anos. “As doenças renais vem aumentando em todo mundo, basicamente pelo aumento do diabetes, devido a obesidade, e também pelo aumento da hipertensão arterial”, afirma.

Prevenir ainda é o melhor remédio

De acordo com Riella, a melhor forma de evitar as doenças renais ainda é a prevenção. “É necessário saber se a pessoa está em algum grupo de risco como diabetes, hipertensão, obesidade ou doença cardiovascular”, diz. O médico também orienta que outras formas de evitar a doença são manter hábitos alimentares saudáveis, fazer exercícios físicos, hidratatar-se, controlar a pressão arterial e o diabetes, evitar o tabagismo e o uso de antinflamatório e fazer periodicamente exames preventivos.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), em 2018 o número de pacientes com DRC, que fazem diálise (quando perde totalmente a filtração dos rins), registrou mais de 125 mil casos no Brasil. Até setembro, mais de 4 mil pessoas fizeram transplantes de rim no país e a hipertensão ainda é a primeira causa da DRC – atinge cerca de 30% da população, seguido do diabetes e o envelhecimento (após os 35 anos, o rim perde 1% por ano da capacidade de filtração dos rins).

UPA da Grande Curitiba vai ter atendimento mais ágil com chegada de novos equipamentos

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas