A prefeitura de Curitiba inaugurou, nesta quarta-feira (22), na Casa Irmã Dulce, no bairro Tatuquara. A unidade, que terá 26 leitos de enfermaria para casos clínicos, faz parte das ações para ampliação da assistência hospitalar, já que o coronavírus tem sobrecarregado o sistema de saúde da capital paranaense.

LEIA MAIS: Coronavírus já infectou mais de 15 mil pessoas em Curitiba; novos casos são 662

Serviço: Casa Irmã Dulce | Rua Carlos Munhoz da Rocha, 629, Tatuquara.

Com isso, a unidade de saúde no Tatuquara vai assumir o atendimento realizado pelo Centro Médico Comunitário Bairro Novo, que passará a ser exclusivamente para casos de covid-19. A ampliação traz 30 novos leitos clínicos para o atendimento de pacientes com coronavírus em Curitiba.

Cerca de 80 profissionais vão trabalhar na unidade do Tatuquara. São médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e assistentes administrativos. Concebida como unidade de estabilização psiquiátrica, a Casa Irmã Dulce ampliou seu alcance de atendimento devido à pandemia.

“Quando tudo isso passar, a casa vai seguir atendendo bem à comunidade curitibana”, afirmou a secretária da saúde Márcia Huçulak.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?