Única companheira do segurança Daniel Nogueira, 34 anos, nos últimos dez anos, desapareceu no final da tarde do último domingo (11), no bairro Eucaliptos, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. Sem raça definida, mas com duas pequenas manchas nas costas, a cadelinha Vitoria, era “de casa” desde filhote. Daniel a encontrou na rua, cerca de 10 anos atrás, e foi “amor à primeira vista”.

De acordo com Daniel, a preocupação durante o dia é precedida por noites mal dormidas. Dócil, Vitoria passou por uma cirurgia recentemente e precisa tomar os remédios regularmente. “É complicado. Pra onde eu ando pela casa ela me acompanha. A gente sente falta, pois é a mesma coisa que fosse uma pessoa pra mim. Não sei se alguém pegou, eu só quero ela de volta”, explica o segurança.

+ Leia mais: Pão francês fica mais barato em 32 panificadoras de Curitiba nesta sexta, Dia Mundial do Pão

A cadelinha, que só sai de casa acompanhada pelo dono, aproveitou um descuido e fugiu por um vão no portão da residência. A fuga aconteceu no início da semana, e até o momento ela não voltou. Nogueira acredita que alguém tenha encontrado e ficado com ela, já que ele realizou várias buscas pela região, mas não conseguiu encontrá-la.

Sem poder pagar uma recompensa, ele tem esperança de que ela retorne para casa. “Ela é muito boazinha, ela gosta de pessoas. Tenho medo de algum carro ter acertado ela, mas já procurei e não vi nenhum vestígio de animal acidentado. Peço que se alguém pegou me devolva, somos muito apegados, ela precisa de cuidados porque é doente. Sinto falta dela, estou procurando e tenho esperança de encontrá-la. Tenho fé em Deus”, desabafa.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Vitória, pode entrar em contato com o Daniel pelo telefone: 41 99157-1821 ou 41 99655-2678.