Com o objetivo de diminuir a transmissão do coronavírus, algumas cidades da Região Metropolitana de Curitiba e também do Litoral do Paraná instalaram barreiras sanitárias mais uma vez. Não há proibição de passagem, mas os profissionais da saúde fazem uma checagem de sintomas com os ocupantes dos veículos que tentam entrar nos municípios.

É questionado a origem dos viajantes, sobre a existências de sintomas como gripe, febre e rotina dos ocupantes do veículo, para tentar determinar se houve contato com pessoas potencialmente infectadas. Além das perguntas, é feita a medição de temperatura em todos os passageiros.

+ Leia mais: Prédio desaba na região de Curitiba deixa cinco feridos nesta madrugada de sábado

Em Guaratuba, as barreiras começaram na sexta-feira (3) das 15h às 00h, e continuam no sábado das 8h às 23h e no domingo das 8h às 13h. Já Pontal do Paraná segue o mesmo procedimento de Guaratuba, porém as barreiras serão apenas no sábado, quando é observada a chegada de mais turistas.

Antonina tem barreiras das 08h às 18h e das 18h às 2h, durante todos os dias. Quem não é da cidade não pode entrar. A barreira no local também “filtra” a passagem de pessoas que tentam acessar Morretes e Guaraqueçaba.

Em Matinhos o acesso ao calçadão e à faixa de areia está proibido no final de semana (assim como em Guaratuba), mas não há barreira sanitária na cidade.

Em Campo Magro está prevista a realização de barreiras nas entradas e saídas do município durante o final de semana. O objetivo é impedir aglomerações em morros e trilhas da região. O bloqueio acontece a partir das 8h.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?


[ifr