A explosão de caixa eletrônico, dentro de um supermercado, na Avenida Manoel Ribas, às 5h desta sexta-feira (03), danificou parte da estrutura do prédio. Pelas imagens das câmeras de segurança, a polícia descobriu que os bandidos explodiram a primeira carga de dinamite, mas o caixa não abriu, então fizeram a segunda detonação. Estilhaços atingiram parte do forro.

Eram cerca de quatro ou cinco marginais, que chegaram armados e em dois veículos. Eles quebraram a porta de vidro e foram direto ao terminal da Caixa Econômica Federal. Depois das duas explosões, pegaram parte do dinheiro e fugiram sentido Contorno Norte, deixando algumas notas em meio aos escombros.

Os carros, um Ottima e um C4, foram abandonados na entrada da Vila Três Pinheiros, Butiatuvinha. A Polícia Federal enviou uma equipe ao supermercado e os policiais recolheram as filmagens do circuito interno de vídeo e deram início as investigações. Dois policiais militares fizeram a guarda do restante do dinheiro até a chegada do carro-forte para recolhimento.

Ataques

Há 20 dias, outro terminal da Caixa Econômica na Avenida Manoel Ribas, em frente ao restaurante Madalosso, foi alvo de bandidos. A explosão foi tão forte que pedaços do caixa foram parar do outro lado da rua. O Space Fox usado pelos marginais também foi abandonado perto do Contorno Norte.

Na quinta-feira (02), três caixas eletrônicos, do Banco do Brasil, HSBC e da Caixa Econômica, que ficavam dentro do Hospital Erasto Gaertner, foram explodidos por bandidos, que fugiram em dois veículos.